Notícias

O MOTOCICLISTA SUIÇO SIMON BIRRER NO BRASIL

 
O motociclista Suíço Simon Birrer, depois de rodar mais de 80.000 km, em uma viagem que começou em setembro de 2008, após já ter cruzado as 3 Américas, subindo os quase 48.000 km pela Panamericana do Usuaia ao Alaska, agora, antes do seu retorno para o continente europeu passa pelo Brasil.

Depois de já ter cruzado a Transamazônica, vem a cada dia descobrindo a beleza da nossa geografia e os encantos da nossa terra, vivendo uma fantástica aventura com a sua motocicleta BMW GS 1200 Adventure, ao cruzar o Brasil, entende a nossa riqueza de biodiversidade, cultural e humana.




clique na foto para ampliá-la
clique na foto para ampliá-la
clique na foto para ampliá-la
clique na foto para ampliá-la












clique na foto para ampliá-la
clique na foto para ampliá-la
clique na foto para ampliá-la
clique na foto para ampliá-la












clique na foto para ampliá-la
clique na foto para ampliá-la
clique na foto para ampliá-la
clique na foto para ampliá-la












Para mostrar mais um pouco da beleza do nosso Brasil, em um dia, tive o prazer da companhia de Simon para fazermos todo o percurso da Estrada Real.

Além das tradicionais cidades históricas, pude observar que Simon tem o offRoad como preferência nas suas aventuras.

Um verdadeiro moto turismo / aventura



Um salto de felicidade  













































Em muito breve, será divulgado um vídeo dos principais trechos deste off Road. Aguardem que vai valer a pena. Além de uma aventura por lugares que Simon ficou fascinado, várias situações inesperadas aconteceram. Gados que surgiram em nossa frente após uma curva, uma ponte de madeira que caiu assim que passamos pela mesma, e muito mais. Vale à pena conferir. Tem só um detalhe. Simon tem o hábito de nunca andar com sua GS Adventure abaixo dos 80 km/h nas estradas de terra, mas sempre com muita técnica e um domínio na pilotagem que impressiona. Aí já da para ter uma noção.


clique na foto para ampliá-la
clique na foto para ampliá-la
Passagem por Tiradentes - MG  
clique na foto para ampliá-la
Estrada Real quase na divisa do Estado de São Paulo  
clique na foto para ampliá-la














clique na foto para ampliá-la
clique na foto para ampliá-la
clique na foto para ampliá-la
clique na foto para ampliá-la












clique na foto para ampliá-la
clique na foto para ampliá-la
clique na foto para ampliá-la
clique na foto para ampliá-la










clique na foto para ampliá-la
clique na foto para ampliá-la
clique na foto para ampliá-la












clique na foto para ampliá-la
Depois da Estrada Real seguimos em direção ao litoral norte de São Paulo, onde passamos por várias estradas alternativas, saímos em Lídice até chegar a Rio Santos na altura de Paraty.

Fomos costeando para que Simon conhecesse o nosso contraste geográfico, entre montanhas, cachoeiras e mar.

Chegamos a Maresias onde seria um posto para ficarmos baseados e exploramos mais aquela região, como Ilha Bela entre outros lugares próximos.

Em Maresias quero mais uma vez agradecer e dar ênfase especial a hospitalidade da Pousada dos Condes. É uma referência de pousada para todos que queiram conhecer a região. Tem um astral fantástico.

Em Maresias tivemos o prazer de almoçar com o amigo Fabio Derungs, também suíço, que escolheu aquele paraíso para morar. Fabio é irmão de Steven Derungs, um dos pioneiros a explorar o continente Sul Africano a bordo da sua BMW GS. Vocês podem conferir as aventuras de Steven Derungs no link FRONTEIRAS TERRITORIAIS E OUTRAS INALCANÇÁVEIS

clique na foto para ampliá-la
clique na foto para ampliá-la












Tivemos a honra de receber a visita do amigo Carlos Augusto, que com a sua GSA nos levou para Bertioga, Guarujá e em seguida dando todo o apoio ao Simon por São Paulo.

clique na foto para ampliá-la
clique na foto para ampliá-la
clique na foto para ampliá-la
Simon com Ike Star News - Curitiba  







BATE-PAPO COM SIMON BIRRER

Qual foi o principal que o motivou a deixar a sua companhia com seus funcionários na Suíça e dedicar-se nestes últimos dois anos ao motociclismo?

SB – Eu na minha mesa tinha sempre dois computadores: um que eu usava para tratar exclusivamente de negócios, e um outro laptop onde passava parte do meu tempo pesquisando sobre lugares, culturas, paisagens, pessoas. Este tempo em que ficava virtualmente viajando, por menor que fosse, me renovava e eu retomava os assuntos profissionais com uma melhor produção. Foi então que comecei a planejar algo que me permitisse colocar na prática uma posição diferenciada, ou seja, estar por todos estes lugares que visitava na internet e controlar os meus negócios à distância. O meu trabalho me permitia esta facilidade. Hoje eu sei que quando retornar a minha mesa de trabalho na Suíça, poderei dar continuidade aos projetos de trabalho do escritório, que sempre acompanhei nestes dois últimos anos de viagem.

Um dos aspectos que muitos questionam, é como uma pessoa, como no seu caso especificamente, pode viajar durante longos períodos e manter-se em seus custos e os seus compromissos profissionais.

SB - Tudo é uma questão de organizar-se, planejar e colocar em prática. Faz parte deste mecanismo de organização deixar as pessoas que ficam por traz das minhas responsabilidades em adequar-se a este estilo. Hoje os meios de comunicação permitem que eu receba arquivos dos meus projetos profissionais e possa interagir a distância, alterá-los, aprová-los, sem comprometer em nada o resultado que a minha companhia tem com os seus clientes.

Antes desta viagem que você começou em novembro de 2008 aqui pelas 3 Américas, quais foram as outras que foram mais marcantes na sua vida?

SB – Quando saí da Suíça com destino a países do leste europeu e parte da Ásia. Tínhamos muito mais dificuldades para acessar a internet e exigências dos governos locais. Estive em países como Romênia, República Techka, Síria, Turquia, Cazaquistão, Bósnia, Paquistão, Irã, Armênia, Nepal e outros. Lugares muito bonitos, culturas diferentes, mas a motocicleta funcionava como uma espécie de passaporte diplomático. Eu me sentia sempre bem-vindo.

E nesta sua atual jornada aqui pelas 3 Américas, o que mais marcou pelos lugares que você passou?

SB - Do Ushuaia até o Alaska, e agora descendo novamente pelo Brasil, por onde percorri toda a Transamazônica. Hoje aqui no sul, vi que o Brasil retratado lá fora, principalmente para nós europeus, tem um outro significado. O Brasil “enlatado” como “Carnaval”, “Copacabana e Ipanema by Night” a Amazônia, as Praias do Nordeste, a linda Bahia e outros lugares que são vinculados nas propagandas na Europa, tem muito mais a oferecer.
Esta oferta resume-se nas coisas mais simples, como a gentileza das pessoas, a vontade das crianças em lugares carentes a buscarem o seu espaço ao sol, entre muitos outros valores que mereciam uma atenção especial de outras partes do mundo.

Nesta minha atual viagem aqui pela América do Sul, Central e do Norte, percebe-se muito claramente as diferenças sociais, sócio-econômicas, culturais, mas mesmo em lugares rotulados como inseguros, a exemplo na cidade do México, Rio de Janeiro e outras cidades na Colômbia e em países na América Central, os meus problemas foram muito pequenos. Mas nada pode se comparar às belezas naturais do sul da Patagonia, as grandes diferenças de altitude que contornam o pacífico na América do Sul, os Cânions nos Estados Unidos, a cor da água na América Central dentre outros locais inesquecíveis, como as lindas estradas do Alaska.

Quais as suas impressões do Brasil?

SB - Aqui a sensação é que temos vários países em um único território. Desde a cultura, a geografia, o biotipo das pessoas, comidas, um país que tem algo encantador onde existe calor humano, receptividade em todos os lugares, exemplos de solidariedade e hospitalidade.

O Brasil é muito lindo! Muito agradável. As praias do Nordeste, as montanhas e cachoeiras junto ao mar como no litoral do Rio de Janeiro e norte de São Paulo, são paisagens que não temos a oportunidade de encontrar em outros locais do mundo. É um lugar onde a geografia reune todas estas belezas.
E quero aproveitar a oportunidade para agradecer a todos os brasileiros que nos acolheram (minha motocicleta também ... risos)

Quero de alguma forma retribuir esta hospitalidade aos meus amigos motociclistas brasileiros quando estiverem na Suíça ou em algum país por perto na Europa.

Este Brasil é maravilhoso! Agradeço a todos e por tudo.




Simon Birrer
Email: simon.birrer64@bluewin.ch





Leia também:
MOTO-AVENTURA OFF ROAD PELA ÁGUA COM SIMON BIRRER DE BMW R1200 GS
 
 
 
Bookmark e Compartilhe
 

Comentários (19)

6/1/2011 17:21:32
JULIANO TRANT
Eu havia acabado de chegar da Transamazônica de moto, quando conhecio Simmon em Belo Horizonte através do meu outro companheiro de viagem Felipe Miranda que motocou 5 dias com o Suiço. Show de bola essa viagem e a nossa tá no site www.brasilmoto.com.br
 
7/10/2010 17:22:44
REINALDO GONÇALVES SOARES
O turma boa, a prova e o contato seu com o irmão Suiço pelas imagens muito boa a reportagem,e por esta e outras que viva as duas rodas.
caso tenha tempo tempo de uma olhada no blog.
equipesemdestino.
um grande abraço.
 
28/9/2010 14:52:36
GIDALTO SERGIO DIAS
Nossa é maravilhoso ver uma materia dessa parabens ao simon e a todos os aventureiros sobre duas rodas eu tbm tenho meu sonho que sera realizado abraço
 
28/9/2010 08:58:53
POLICARPO JR
Simon, o Eduardo muito me falou de você. Quase que deu para nos conhecermos pessoalmente. Legal seus relatos da grande viagem nessa página. Em 2011 partirei para essa moto aventura de cruzar as Américas de ponta a ponta, vamos ver!! A realidade é sempre muito melhor do que livros, tv, internet e tal... rsrs Eduardo, parabéns pelo Rotaway! Abraços!
 
22/9/2010 22:18:33
VITOR VIANNA
Os caras sao loucos varridos... rs Tive o prazer de estar com o suiço e o Eduardo. O gringo eh muito engraçado mas como uma senhora bagagem. Sao super gentes boa mas na estrada de terra eh pra la de loucura! rs. Abs, Vitor (Sao Francisco do Sul, SC / Gs 800)
 
20/9/2010 14:01:03
RENZO
Bela viagem, bela tocada, belas imagens. Meus parabens, Eduardo, pelo site e pelos amigos. Abraço ao Simpatic Simon. Meu irmão Alvaro mora em Montreaux faz 20 anos e no ano que vem espero fazer aquelas curvas alpinas...
baitabraço, Renzo
 
16/9/2010 09:33:31
THADEU GLAUSS
Conheci os dois quando me encontrei com eles na descida de Laranjal. São super simpáticos, mas muitos loucos, eu com minha V-Strom 650 ficava longe quando estes caras pegavam a estrada de terra. Nos asfalto, tudo bem, mas os caras tem uma tocada muito clássica na terra, só que muito rápida pro meu ritmo. São super gente boa. Amigos, boa viagem para vocês Também gostei muito deste site. Abs, Thadeu
 
16/9/2010 05:39:41
ADRIANO VANDERSTAPPEN
Estive hj com os amigos Eduardo e Simon que eestavam em visita aquei pela minha cidade, Ilhabela!!!...Pessoal muuuuito experiente e simpático, me deram dicas preciosas para minha viagem ao Alaska no ano que vem...agradeço de coração e desejo um ótimo retorno aos motoviajantes!!! Grande Abrax!!!
 
15/9/2010 20:36:51
EDUARDORAÇOS
Show de fotos. Parabéns...

Ab
 
15/9/2010 20:36:15
EDUARDO
Parabéns.....
 
15/9/2010 09:48:03
TONY THE TAILOR
Great pictures though I have no idea about the explanation.
Keep on going buddy...see you in the land of smiles at your end of the adventure! Gluck.
Ciao,

Tony@Oslo
 
15/9/2010 08:06:40
ANDRÉ RAST
Da schlägt das Motorradfahrer Herz höher. Super schöne, eindrückliche und stimmungsvolle Bilder. Top! Gute und unfallfreie Weiterfahrt. All the best ! Gruss André
 
14/9/2010 21:12:41
CHRISTIAN ROSSELINI
Tive a honra de hospedá-lo em minha casa em Salvador, 1 ano e meio após conhecê-lo no caminho para Ushuaia. Simples, franco e distribui simpatia por onde passa. O cara é íncrivel. Vá em frente amigo!Super!!!!
 
14/9/2010 14:01:20
MARKUS FELLMANN
Tolle Fotos!

Ich wünsche dir weiterhin eine erlebnisreiche Reise!

Gruss

Markus
 
11/9/2010 01:11:28
FERNANDO PEDROSO
Edu,
parabens, show as fotos, mas fala serio, não deu uma do de colocar a GS 30 anos na terra,rsrs
ja vendeu a sua outra,
abraço grande
 
10/9/2010 20:09:48
KARYOKA F800 GS RJ
shom muito maneiro as fotos, quero passar po ai tambem rsrsrs vale abs
 
10/9/2010 17:11:51
RAMON C SCHNEIDER
show de bola as fotos...
 
10/9/2010 09:10:30
FELIPE MIRANDA
Um sonho realizado. Conheci o Simmon recentemente na Chapada Diamantina em minha expedição de moto pelo Brasil (www.brasilmoto.com.br). De lá pra cá viajamos 5 dias até meu destino final em Belo Horizonte. O que esse cara viveu não é brincadeira. Acabo de conhecer quase todo o Brasil e já sonho em fazer o que ele fez.
 
9/9/2010 11:13:58
JULIANA
Que showwwwwwww....
lindas fotos...
 

Comente

Nome
E-mail
Comentário
Escreva a chave:
PSER
 abaixo