Rotaway Brasil Independência

Dia 61: 06/11/2012

 
clique na foto para ampliá-la
Precisava ir ao banco para pegar dinheiro, mas como meu cartão está vencido, tive que esperar a agência abrir. Na hora de sair da cidade não achava o caminho. Até que consegui tomar o rumo em direção a Campo Grande (710km).

Na verdade a idéia não era ir até Campo Grande, mas sim até alguma cidade no caminho para pernoitar e seguir no dia seguinte.

Vários e vários caminhões jogavam lama da estrada. Quando parei no primeiro posto de gasolina da programação, já parecia que eu estava saíndo de algum tipo de trilha no meio do mato. É nessas horas que agradeço por ter esses baús e malas na moto.

Imagina se entrasse essa sujeira toda... Também percebi que não tinha ficado ruim da rinite desde Minas e que a gripe não tinha me incomodado também. Acho que o clima e as vitaminas da Peter Foods ajudaram muito.

Fui tomar um café e consegui deixar o copo cair no chão e quebrar. Segundo copo de café quebrado na viagem. O primeiro havia sido na BR-381 indo para Vila Velha.

A moto estava se comportando muito bem. Eu me sentia bem mais feliz.

Uma coisa que achei bem interessante aqui no Mato Grosso é que os caminhões, em geral, abrem espaço para as motos passarem. Eles saiam para o acostamento para que eu passasse e notei que faziam isso com outros motociclistas. Bem bacana.

clique na foto para ampliá-la
clique na foto para ampliá-la
clique na foto para ampliá-la














Queria ir pelo menos até Coxim, mas quando entrei em Rondonópolis por volta das 16:30h e vi aquele congestionamento de caminhões, comecei a pensar e resolvi ficar por alí mesmo num hotelzinho bem simples na beira da estrada.

Mais tarde fui até uma lancheria alí próximo e comi um sanduíche.

APOIO
Leia também:
Dia 60: 05/11/2012
 
 
 
Bookmark e Compartilhe
 

Comente

Nome
E-mail
Comentário
Escreva a chave:
IAOU
 abaixo