Rumo ao mediterrâneo

6ª Etapa – No paraíso dos “Ski Resorts”: Rota “light” de “Val d`Isère” até “Chamonix”

Sexta-feira, 8 de julho de 2011

 
"Val d`Isère” é um famoso “ski resort” que começou a ser desenvolvido nos anos 30, anteriores à 2ª Guerra Mundial, e sediou algumas provas dos Jogos Olímpicos de Inverno de 1992. Seu florescimento deu-se a partir da construção, em 1937, da estrada que liga “Bourg St. Maurice” com a Itália, passando pelo “Col de l`Iseran” (esta estrada – D902 - até hoje só está aberta nos meses de verão).

Entre “Val d`Isère” e outro resort vizinho chamado “Tignes” está localizado o “Espaço Killy”, considerado uma das mais bela áreas para esqui alpino da Europa, com 300 km de pistas em uma área de 10.000 hectares.

Partindo de Val dIsère.  
A moda de burka sestá proibida na França, não é meninas?  
La Rosière, Homenagem aos cães da raça São Bernardo  













O primeiro local de destaque do dia foi o “Col du Petit San Bernard – 2.188 msnm”, que hoje é cruzado usando-se as rodovias D1090 na França e S26 na Itália. A caminho do “col” uma breve parada na vila de La Rosière (outro ski resort).

O “Col du Petit Saint Bernard” - em francês - ou “Colle del Piccolo San Bernardo” - em italiano - é um passo que une a França (Savoia) com a Itália (Vale de Aosta,) ao sul do maciço do “Mont Blanc” (o mais alto pico dos Alpes, com 4.810 msnm). Este passo é conhecido desde antes do Império Romano e foi, no decorrer dos séculos, utilizado para comércio, peregrinação e fins militares.

O passo é denominado de “Pequeno São Bernardo” em homenagem à “São Bernardo de Menthon (Bernard of Montjoux)”, que devotou a sua vida à conversão de pagãos nas regiões alpinas da Savoia (França) e Aosta (Itália). Existe, também, um passo do “Grande São Bernardo”, que liga a Itália com a Suíça, e é um dos mais antigos passos alpinos – conhecido desde a “Idade do Bronze”.

É para a esquerda...é para a esquerda...é para a esquerda!!!  
Maciço do Mont Blanc  
Monumento à São Bernardo, chegando ao Col pela França em direção à Itália.  
Atual Ospizio do Petit Saint Bernard  














Nestes passos existem “ospizios” - que são espécies de albergues - fundados por ordem de “São Bernardo” a mais de 1.000 anos atrás e mantidos desde então por monges católicos que, com o auxílio de cães, resgatavam viajantes em perigo nas montanhas. Estes cães deram origem à raça “São Bernardo”.

Após as fotos para "prova do feito", tomamos o rumo da Itália, Vale de Aosta.

A região do "col" é uma importante área arqueológica, com sítios que datam da "Idade do Ferro" - como o círculo de pedras com diâmetro de 72 m cortado pela rodovia, possivelmente um local cerimonial para a cultura "Tarentaisiana" - e uma coluna romana em homenagem a "Jupiter" (hoje esta coluna, feita de mármore travertino, serve de base para uma imagem de "São Bernardo").

Pretendíamos chegar cedo à Chamonix e fazer o passeio de teleférico até a o “Aiguille du Midi” (3.842 msnm). Assim resolvemos fazer só o “Col du Petit San Bernard” até o Vale de Aosta (Itália) e de lá, através do túnel sob o “Mont Blanc”, cruzar até Chamonix. Este túnel tem 11,6 km de extensão e liga Courmayeur (Itália) com Chamonix / Mont Blanc (França). Tem regras rígidas de trânsito no seu interior: velocidade entre a mínima de 50 km/h e a máxima de 70 km/h; distância mínima entre os veículos de 150 m; “proibido ultrapassar”; etc. Tudo isso fiscalizado por câmaras de vídeo e radares de velocidade a cada 300 m. Adivinhem o que aconteceu? Dois integrantes do grupo acharam que a velocidade do carro que trafegava à frente era muito baixa, resolveram ultrapassá-lo. Aí veio uma multinha sem recurso. Mas isso é para mais tarde, no “Tales of the Ride”.

Meninas no Aiguille du Midi 3.842 msnm  
Aguardando a abertura do teleférico para subir até Aiguille du Midi, no maçico do Mont Blanc  
Chamonix.  
Não, não é uma residente...  
 
 
 
Bookmark e Compartilhe
 

Comente

Nome
E-mail
Comentário
Escreva a chave:
IKUR
 abaixo