Dicas

DOCUMENTOS PARA A ARGENTINA E CHILE

 













Antes de pegar a sua moto e cair na estrada, é preciso estar atento às burocracias que envolvem uma viagem internacional. Abaixo, uma lista dos documentos exigidos para viajar para Argentina e Chile.

- Documento de Identidade: deve ter menos de cinco anos de emissão. Se sua identidade é antiga, vale a pena tirar uma 2ª via. Aconselho a levar também o passaporte. Só com a identidade é necessário o preenchimento de alguns formulários não exigidos para quem mostra o passaporte, o que reduz a burocracia e agiliza os trâmites nas aduanas. Não é necessário visto para ingressar nestes países.

Importante: não é aceito qualquer outro documento, mesmo aqueles que tenham aceitação como documento de identidade no Brasil (exemplos: carteira de motorista, carteira de identidade de associações profissionais – CRA, CREA, OBA; de Ministérios, inclusive militares, ou emitidos pelos poderes Executivo, Legislativo ou Judiciário da União e dos Estados, que não os órgãos de identificação das polícias civis dos Estados).

- CNH (Carteira Nacional de Habilitação): existe um acordo com os países do MERCOSUL que torna válida a CNH em todos eles. Porém, em alguns relatos de motociclistas que já fizeram viagens para Argentina e Chile, foi exigida a PID (Permissão Internacional para Dirigir). Para evitar problemas, tire sua PID e sempre que solicitado apresente-a.

- CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos): é o documento de porte obrigatório dos veículos no Brasil. Se a moto estiver alienada ou em nome de pessoa jurídica, é obrigatório levar uma autorização no nome do condutor, emitida pela financeira, com data de início e término da viagem e para quais países ela tem validade. Precisa ser autenticada em cartório. Em alguns sites, é mencionada a necessidade de legalização dessa autorização no consulado. Se o veículo estiver financiado, só com a observação no CRVL, não é necessária a autorização, uma vez que ele está em seu nome. Observe também a obrigatoriedade daquele canhoto relativo ao seguro obrigatório.

- Seguro Carta Verde: é um seguro obrigatório para quem transita pelos países do MERCOSUL. Pode ser obtido com a maioria das seguradoras. Se não tiver seguro para sua moto, pesquise no Google “Seguro Carta Verde” que vão aparecer algumas corretoras que intermediam esta contratação. Não é caro, dependendo da moto sai menos de R$ 200,00.

 
 
 
Bookmark e Compartilhe
 

Comentários (2)

15/2/2014 16:13:08
ALEXSANDRO JULIO
Pessoal, seguinte, no Chile, desde nov/13, é exigido uma outra modalidade de seguro chamado SOAPEX (veículos estrangeiros, exceto argentinos). Ele é diferente da carta verde. Só pode ser adquirido pela internet (www.magallanes.cl). A carta verde é para apenas países MEMBROS do Mercosul, o Chile é parceiro do bloco. A carta verde so valerá no Chile de a seguradora brasileira tiver convênio com alguma seguradora do Chile. Caso contrário para este país precisa dos dois
 
13/11/2012 15:04:50
ADENILDO PEREIRA
Parabéns e muito obrigado é a dica que estava precisando.
Meu interesse é Uruguay, Argentina, Chile e Perú em Jan /2013
Atenciosamente.
Adenildo
 

Comente

Nome
E-mail
Comentário
Escreva a chave:
UGCD
 abaixo