Repórter Obrigatório

14.02.2011 - ST. LOUIS - LAC ROSE

 
clique na foto para ampliá-la
Para hoje, o 10º dia do Guiné-Bissau Tour, estava prevista uma etapa admirável, 60% asfalto e 40% em pista, incluindo umas brincadeiras no destino da etapa, Lac Rose, a 30 km de Dakar, não tivessem surgido dificuldades inesperadas com os Passe Avant.

Trata-se de um documento que se traduz na livre passagem em território senegalês, válido por um determinado período de tempo. Porém, o insólito instalou-se...

Depois de tudo ter ficado, aparentemente, resolvido em Djama, acesso fronteiriço por onde entrámos no Senegal, eis que surgem complicações legais que exigiram ao staff da MotoXplorers e a todos os participantes uma dose híper-mega-super-grande de paciência.

clique na foto para ampliá-la
clique na foto para ampliá-la
clique na foto para ampliá-la
clique na foto para ampliá-la










Resignados, permanecemos em St. Louis, antiga capital do Senegal francófono, aproveitando para visitar a cidade e, claro, mais umas compritas bem regateadas (digo eu...) e mais conversation com os locais. Pessoas alegres, gentis e muito discursivas, sendo impossível prosseguir sem trocar cumprimentos e mais meia dúzia de pareceres. Entretanto, já moído do passeio, encostei no bar do Hotel La Poste, de arquitetura colonialista da época dos franceses onde ficavam hospedados os pilotos que transportavam o correio, que se revelou um lugar aprazível. Na verdade, nem estava muito entediado com esta demora inopinada. Vim para conhecer a África Negra e...bem, aqui estou eu. Também é verdade que já estou inquieto para voltar a rolar... mas África é África... vamos aguardar...

clique na foto para ampliá-la
clique na foto para ampliá-la
clique na foto para ampliá-la
clique na foto para ampliá-la










Eis que chegaram o Carlos e o Enrique com boas novas. Podíamos partir!! Eram 5 da tarde e valia a pena o esforço de prosseguir e pernoitar em Lac Rose, já que a alternativa seria pular uma etapa. Todos a girar com um bom ritmo para aproveitar a luz do dia, a opinião sobre a paisagem, sobre as localidades e gentes ficou muito penalizada. Não se pode ter tudo... Mesmo assim, consigo fazer algumas considerações... por exemplo a estrada é muito perigosa, carecendo de todas as cautelas. Os animais à beira da estrada e a passagem das pequenas povoações constituem perigos que impuseram imensa atenção de todos.

Mas, o pior estava para vir... Logo depois de atravessar a cidade de Tivaiuane, uma verdadeira loucura, localidade completamente insana, uma explosão de gente e de vida por todos os lados, o tráfego aumentou desmesuradamente, mesmo para os padrões europeus. É difícil de descrever... uma loucura!... se calhar estou a repetir-me... Um acidente rodoviário provocou um engarrafamento descomunal de algumas dezenas de km. Mas a cereja em cima do bolo estaria para vir... uma linda e fantástica pista, cheiinha de areia, de algumas dezenas de km, para fazermos de noite. Catita... Se não saio daqui a saber a rolar na areia, nunca mais na vida aprendo... Ah não, não... Depois de quase cair aí umas dez vezes, mas sempre com grande determinação, fizemos o goal. Lac Rose, no Hotel Palal... no meio do nada a 15 km da localidade mais próxima... irra! Mas tem muito bom aspecto, com piscina e tudo. A paisagem, promete o Enrique, é fantástica, já que o hotel fica mesmo ao lado do lago salgado. Aguardemos por amanhã... Entretanto eu e o Mauro... vá de novo... cama partilhada... mas com muito respeitinho, pois somos casados e cada um pai de três filhotes...
 
 
 
Bookmark e Compartilhe
 

Comentários (2)

3/2/2017 00:53:39
3N1WSFHI
Yes Rick, like Sam Popo has proposed, in the interest of i20;bring2ng the truth to light” the people of St. Lucia will depend on you to take up this matter more seriously. Sam Popo, if Sam Flood is your cousin, you should ask for his HELP also.
 
28/6/2016 15:19:17
CVIRYAX4N4
Heck of a job there, it ablsulteoy helps me out.
 

Comente

Nome
E-mail
Comentário
Escreva a chave:
NKSH
 abaixo