Expedição Galápagos 2010

DE LIMA RUMO A TRUJILLO

clique na foto para ampliá-la
 
Saímos de Lima bem cedo, 7 horas, rumo a Trujillo, depois de trocar o óleo das motos e arrumar a do David. Novamente Panamericana, com algumas cidades pequenas, mas com transito caótico, buzinam de graça, cachorro toda hora atravessando rua, uma zona total. Muitos problemas de segurança no Peru, muito assaltos a postos de gasolina. Todo posto tem cão de guarda e segurança, as farmácias são fechadas com grade, mas não mexem com a gente. Pelo contrario, ficam alucinados com as motos e nos tratam muito bem. Mas ficar esperto não faz mal a ninguém. Rodamos forte, sem enrolação, também não tinha muita coisa pra se ver neste trecho.Temos um objetivo a ser cumprido, que e o Arquipélago de Galapagos, e estamos atrasados 1 dia por causa da chuva e cordilheira na Interoceanica.

Chegamos em Trujillo, a maior cidade no litoral norte do Peru, 800 mil habitantes, muito bonita, com uma Plaza de Armas e arquitetura fascinante. Ficamos no Hotel Libertador, excelente, padrão Europeu, mordomia, comida de primeira . Acordamos cedo e fomos conhecer Chan Chan, por insistência dos Peruanos.

Pessoal, desculpe , mas vai rolar uma pequena aula de historia. Motoaventura tambem e cultura.

Esta cidadela è impressionante.Chan Chan que significa sol, e hoje um dos mais preciosos sitios arquelogicos do mundo. Cidade totalmente construída de barro. Foi capital do reino Chimu, muito mais antigos que os Incas.

O auge do Reino Chimu aconteceu no século XIV. A cidade de Chan Chan dividia-se em dez partes muradas - chamadas cidadelas , algumas com paredes de proteção de mais de 9 metros de altura. Em cada cidadela havia templos religiosos piramidais, jardins, cemitérios, reservatórios e palácios para os reis e nobres. Uma das histórias daquela época faz referência a jardins com plantas de ouro. Fora do muro ficavam as casas mais modestas, para o povo.

clique na foto para ampliá-la
clique na foto para ampliá-la
clique na foto para ampliá-la
clique na foto para ampliá-la












O centro da cidade era o Templo de Tschudi onde até hoje pode-se apreciar a Câmara do Conselho - local reservado a reuniões - e experimentar seu efeito acústico fantástico: basta sussurrar para se fazer ouvir. No século XV os Chimus foram dominados pelos Incas, deixando para a posterioridade ruínas de sua civilização. Foi declarado patrimônio cultural da humanidade em 1986 pela UNESCO.

clique na foto para ampliá-la
clique na foto para ampliá-la
Fizemos a visita pegamos a estrada e perguntem se rolou nova tentativa de extorsão. A policia de carreteras nos parou, mas desta vez, lembrei de meu velho amigo e companheiro de viagem Alexandre Palhares, que e professor na arte de intimidar policiais corruptos. Falei o seguinte com eles, alto e com autoridade.

Mi amigo, jo tambien so la autoridad en Brasil, io tanbien quero mirar solo documientos, Non puedo mas ceder la plata. Su colegas já mi tiraram mucha plata. Nosotros quieremos hablar com la autoridad superior. O cara ficou louco, sem saber o que fazer, e nos liberou numa boa. E ainda pedi uma foto para ele salir na la prensa de Brasil.

Valeu Alex, veja como você faz falta. Ano que vem tem mais garoto. Saímos rindo da situação e enfiamos a mão forte para a Tumbes, divisa com o Equador.

 
 
 
Bookmark e Compartilhe
 

Comentários (1)

28/6/2016 08:13:12
XQTXULMH5JXR
We’re a bunch of volunteers and opening a new scheme in our community. Your web site offered us with helpful info to paintings on. Yo;218uve performed a formidable activity and our entire community might be grateful to you.
 

Comente

Nome
E-mail
Comentário
Escreva a chave:
MKHM
 abaixo